26.9.16

Rotina

(francês routine, de route, caminho)
substantivo feminino

1. Caminho já trilhado ou sabido. = ROTINEIRA
2. Prática constante, em geral. = COSTUME, ROTINEIRA
3. Hábito de fazer uma coisa sempre do mesmo modo. = ROTINEIRA
4. Índole conservadora ou oposta ao progresso. = CONSERVADORISMO ≠ INOVAÇÃO
5. Sequência de instruções ou de etapas na realização de uma tarefa ou actividade.

Setembro é aquele mês "chato", para a generalidade das pessoas que vão de férias em Agosto e que têm filhos em idade escolar. É o mês do regresso... das férias, da escola, do Outono e das dores de cabeça devido a algumas rotinas, que nos são impostas e que temos de impor, principalmente aos mais pequenos.
Neste mês fugi um pouco à rotina e não publiquei tanto quanto gostaria, não por falta de artigos para partilhar convosco, mas por falta de inspiração para a escrita e algum tempo. Escrever algo com nexo nem sempre é fácil e requer reflexão.
Por isso, hoje não me alongo mais e mostro-vos uns bibes personalizados que fiz para o regresso às aulas.






Fonte: "rotina", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/rotina [consultado em 26-09-2016].

13.9.16

Esperando

gerúndio de esperar

verbo intransitivo
1. Estar à espera; ficar esperando.

verbo transitivo
2. Ter esperança ou esperanças.
3. Contar com.
4. Aguardar.
5. Armar emboscada ou espera a.
6. Conjecturar, supor.
7. [Brasil] Aparar um golpe; pôr-se em guarda.

O nome do modelo de xaile que vos apresento hoje é o Waiting for Rain, traduzido para o português Esperando por Chuva, desenhado por Softsweater. Este xaile "é um magnífico modelo que faz uma combinação perfeita entre o ponto jarreteira, em que todas as carreiras são tricotadas em meia, e pontos rendados, o chamado lace. A estrutura de construção é de cima para baixo, utilizando uma técnica de carreiras curtas e lace incomum. É um modelo que se encaixa perfeitamente nos ombros e cai sobre as costas de uma forma muito agradável e bonita de ver. A forma como o ponto jarreteira se abre para revelar os pedaços de lace não é apenas bonita, é muito, muito bonita.
Eu, tal como a designer "estou extremamente satisfeita com a forma como este projecto acabou", e nem de propósito, aqui estou à espera da chuva que por estes dias e segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera se prevê cair, juntamente com um ventinho moderado a forte. Uma boa oportunidade de usar este novo xaile que tanto gosto me deu fazer.








[Modelo: Waiting for Rain by Softsweater | Fio: malabrigo Sock]


Fonte: "esperar", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/esperar [consultado em 13-09-2016].

5.9.16

Explicação

substantivo feminino
1. Exposição clara (de coisa difícil, obscura ou duvidosa); esclarecimento; interpretação.
2. Satisfação, desagravo.
3. Prelecção (feita pelo professor), sobre o texto.
4. Aula particular.

Pode não parecer, mas ainda ando por cá e devo-vos uma explicação.
As férias trazem a vontade de fazer pouco ou quase nada. É tempo (ou deve ser), de preguiça, de verdadeiro ócio, que convida à vadiagem e a estar com amigos. O pior mesmo é quando essa vontade se enraíza em nós, no período pós-férias, sem qualquer explicação e nos deixa sem acção, quase que inanimados, apenas com vontade (pouca) de fazer as obrigações mais prementes.
Destas férias surgiu a entrega de um pedido de uma amiga de longa data, cuja amizade não se explica, ela simplesmente existe. Uma amiga que procura estar perto, mesmo estando longe, em pequenos gestos: um "olá" virtual, um tomar de café num tórrido dia de Verão ou um aceno do outro lado da rua. Tantas e tantas vezes são esses pequenos gestos que alimentam as relações, e essas estão cada vez mais desligadas de esclarecimentos ou interpretações.
Sendo a minha amiga Ana professora/explicadora de profissão, estou certa que este novo ano lectivo, que está prestes a arrancar, terá um colorido muito especial, com este estojo-marioska, e a nossa amizade estará sempre presente ao olhar para a sua nova maloquice.


Fonte: "explicação", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/explica%C3%A7%C3%A3o [consultado em 05-09-2016].

21.8.16

Fofo

(origem onomatopaica)
adjectivo
1. Que cede à pressão. = MOLE ≠ DURO, RIJO
2. [Figurado] Que alardeia prosápia. = VAIDOSO
3. [Informal] Que é bonito, meigo ou que suscita ternura ou afecto. = AMOROSO, QUERIDO
substantivo masculino
4. [Vestuário] Saliência decorativa formada pelo tecido. (Mais usado no plural.) = TUFO
5. [Brasil, Informal] Cama, leito.
Plural: fofos |ô|.

O mês de Agosto trouxe-nos o descanso, dias de ócio, de prazer, de estar com a família... e trouxe-nos também um novo e pequeno ser. Um segundo primo, o pequeno Edgar. Maravilhoso. Fofo. Ternurento. A quem este "fofo" - designação pela qual é conhecida esta peça de roupa de bebé, vai ficar ainda mais fofo, passo a redundância. ;)



Fonte: "fofo", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/fofo [consultado em 21-08-2016].

16.8.16

Prenda ou Presente

Os termos presente e prenda usam-se indistintamente com o significado de oferta, mas há, efectivamente, uma certa diferença entre eles. Com a palavra presente queremos dizer que a nossa oferta é símbolo da nossa presença. Por meio da oferta dizemos que estamos presentes. E a verdade é que, quando nos ausentamos, o objecto que oferecemos faz com que sejamos lembrados, faz perdurar a nossa presença junto de quem o recebeu. Presente é um substantivo formado do adjectivo presente (do latim ‘praesente-‘). Com a palavra prenda queremos dizer que entregamos à pessoa algo que faz com que ela fique de algum modo mais enriquecida, possuidora de algo com valor (não forçosamente material) e ainda que nos sentimos penhorados, que aquilo que oferecemos é uma garantia do nosso carinho, da nossa amizade, ou mesmo do nosso agradecimento, ou que é uma recompensa, um prémio. Esta palavra provém do latim ‘pignora-’ (= refém).

No outro dia li no Jornal i um texto soberbo do pediatra Mário Cordeiro sobre as diferenças entre prendas e presentes, intitulado: "Prendas, presentes e outros 'sinais exteriores de bacoquice'". Sim! porque há uma classe, dita da alta, que teima em utilizar determinadas palavras em prol de outras, só porque entendem que são "seres superiores" e estão num patamar a cima dos comuns mortais.
Entendo que estou no patamar que devo estar e por isso continuo a oferecer presentes e prendas consoante a intenção/situação. Em Agosto, tenho uma mão cheia de familiares e amigos que comeram os seus aniversários, as quais gosto de presentear com algo especial, nomeadamente, e quando é possível, com algo feito por mim, com todo o amor e dedicação, com o intuito de se lembrarem (ainda mais) de mim e da minha família, como é o caso deste xaile, oferecido a uma prima-amiga que comemorou recentemente 50 anos de vida.




À minha prima Olinda desejo que venham pelo menos mais 50 anos cheios de muitos e bons presentes.

[Modelo: Trousseau by Carol Feller | Fio: Mirasol Yarn Sulka Legato, na cor 14 Teal]

Fonte: "Prenda(s) ou presente(s)", in Ciberdúvidas da Língua Portuguesa [em linha], 22-12-2006, https://ciberduvidas.iscte-iul.pt/consultorio/perguntas/prendas-ou-presentes/19238, [consultado em 16-08-2016].

11.8.16

Filhos

fi·lho 
(latim filius, -ii)
substantivo masculino
1. Indivíduo do sexo masculino ou animal macho com relação a seus pais.
2. Início do desenvolvimento de uma planta. = BROTO, GOMO, REBENTO
3. Nascido em determinado local. = NATURAL 
4. Forma de tratamento carinhosa. 
5. Efeito, obra, produto, .consequência. 
filhos 
substantivo masculino plural 
6. Conjunto dos descendentes. = DESCENDÊNCIA, PROLE 
filho da curiosidade 
• Filho ilegítimo, que não nasceu de um .matrimônio. = BASTARDO, ZORRO 
filho da mãe 
• [Informal, Depreciativo] Pessoa que se considera muito desprezível ou sem .caráter. 
filho da puta 
• [Tabuísmo, Depreciativo] O mesmo que filho da mãe. 
filho da púcara 
• [Informal, Depreciativo] O mesmo que filho da mãe. 
filho das ervas 
• [Informal, Depreciativo] Indivíduo cujos pais são desconhecidos ou são desfavorecidos socialmente. 
filho de criação 
• Filho .adotado. 
filho de Deus 
• [Religião católica] Jesus Cristo. 
filho de puta 
• [Tabuísmo, Depreciativo] O mesmo que filho da mãe. 
filho do Homem 
• [Religião católica] Jesus Cristo. 
Messias. 
filho do vento 
• [Informal, Depreciativo] O mesmo que filho das ervas. 
filho natural 
• O que não provém do .matrimônio. 
filho pródigo 
• Pessoa que volta ao seio da família após longa ausência e vida desregrada. 
quem tem filhos tem cadilhos 
• Os pais têm sempre cuidados.

Segundo o programa da manhã da Rádio Comercial hoje é o Dia dos Filhos e nada mais apropriado como forma de os homenagear e de os trazer (ainda mais) ao peito que um colar maloca, feito especialmente para a parceira Coração Português:





Fonte: "filhos", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, http://www.priberam.pt/dlpo/filhos [consultado em 11-08-2016].

1.8.16

Brasil

Brasil, oficialmente República Federativa do Brasil, é o maior país da América do Sul e da região da América Latina, sendo o quinto maior do mundo em área territorial (equivalente a 47% do território sul-americano) e população (com mais de 200 milhões de habitantes). É o único país na América onde se fala maioritariamente a língua portuguesa e o maior país lusófono do planeta, além de ser uma das nações mais multi-culturais etnicamente diversas, em consequência da forte imigração oriunda de variados locais do mundo.

Gosto da cultura e do povo brasileiro.
Desde cedo que absorvo a cultura deste povo. 
Primeiro na infância através das novelas, algumas delas marcantes, como a Tieta, Pedra sobre Pedra ou o Roque Santeiro. 
Depois, aprendi na escola que são os mestres da Comunicação, e é bem verdade. Não se compara o número de publicações existentes sobre a matéria lá e aqui na Europa. Há décadas que se fala por lá em comunicação de excelência, planeada estrategicamente e altamente integrada no seio das empresas, colocando o foco nas pessoas e na comunicação entre elas. 
E agora, nas inspirações que vou buscar a algumas peças de artesanato que me chegam de lá. Mas, desta vez, o ciclo inverte-se um pouco e é uma peça maloca que vai voar até ao outro lado do Atlântico e embelezar uma pequena criaturinha que está prestes as nascer. 


Fonte: "Brasil" in Wikipédia, a enciclopédia livre [em linha], https://pt.wikipedia.org/wiki/Brasil [consultado em 01-08-2016]